algas
Alagoas, Quarta, 19 de Setembro de 2018
  • Enviar e-mail
  • Facebook

Congressos atraem público recorde a Maceió e consolidam Alagoas no turismo de eventos

Publicado em 13 de Setembro de 2018

A 70ª Reunião anual da Sociedade Brasileira Para o Progresso da Ciência, a 75ª Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia, o 62º Congresso Brasileiro de Oftalmologia...

Esses são apenas alguns dos mais de 40 congressos e eventos de peso realizados em Maceió que têm ajudado a consolidar o Estado como um dos mais importantes destinos para congressos e seminários nacionais.

De acordo com estimativas do Maceió Convention Bureau, os 43 eventos de 2018 devem trazer mais de quarenta mil pessoas ao Estado e gerar um impacto sobre a economia local de mais de R$ 50 milhões.

“Como os eventos são agendados com bastante antecedência, boa parte do que está acontecendo agora é resultado de um esforço de captação realizado há mais de dois anos”, explica Danielle Novis, superintendente do Maceió Convention Bureau. “E o melhor é que, pelo feedback que temos recebido dos realizadores, esse número tem tudo para aumentar nos próximos anos”.

Segundo Danielle e outras fontes do mercado, essa consolidação da capital como destino de turismo de eventos é resultado não apenas de melhorias de infraestrutura (como a climatização completa do Centro de Convenções, por exemplo), como de toda uma mudança de patamar na qualidade da hotelaria, gastronomia, cadeia de fornecedores locais que inclui serviços de bufê, locação de equipamentos de som e imagem e montagem de estandes.

“Até por desconhecimento, muitos organizadores de eventos de outros Estados eram céticos quanto à qualidade dos serviços e fornecedores locais”, diz Danielle. “Mas quando os convidamos ao Estado para conhecer nossa cadeia hoteleira, restaurantes, serviços de bufê e até empresas de montagens de stands, as resistências têm se transformado em elogios”.

Ainda de acordo com Novis, outro fator essencial na captação desses eventos é a iniciativa das lideranças profissionais locais em suas respectivas categorias. “Sem a iniciativa de lideranças no Estado em áreas como Medicina, por exemplo, seria praticamente impossível trazer ao Estado esse número de congressos”, diz Novis, ao lembrar que mais de 70% dos eventos realizados esse ano no Estado foram da área médica.

Um exemplo recente foi o XVIII Congresso Norte e Nordeste de Ortopedia e Traumatologia, realizado no início de setembro, que reuniu mais de 200 especialistas no hotel Ritz Lagoa da Anta. Convidado a ser um dos palestrantes internacionais do evento, o secretário geral do Grupo Ibero Latino Americano (ILA) de Cirurgia da Mão, Pedro Delgado, de Madrid, já confirmou também que a capital alagoana será a sede do XIII Congresso Ibero Latino Americano de Cirurgia da Mão, que será realizado em 2020. "Fiquei muito bem impressionado com a estrutura que encontrei em Maceió", comentou.

 

 

 

A 70ª Reunião anual da SBPC. A 75ª Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia. O 62º Congresso Brasileiro de Oftalmologia...

Esses são apenas alguns das dezenas de congressos e eventos de peso nacional realizados em Maceió que têm ajudado a consolidar o Estado como um dos mais importantes destinos para congressos e seminários nacionais.

De acordo com estimativas do Maceió Convention Bureau, os 43 eventos de 2018 devem trazer mais de quarenta mil pessoas ao Estado e gerar um impacto sobre a economia local de mais de R$ 50 milhões.

“Como os eventos são agendados com bastante antecedência, boa parte do que está acontecendo agora é resultado de um esforço de captação realizado há mais de dois anos”, explica Danielle Novis, superintendente do Maceió Convention Bureau. “E o melhor é que, pelo feedback que temos recebido dos realizadores, esse número tem tudo para aumentar nos próximos anos”.

Segundo Danielle e outras fontes do mercado, essa consolidação da capital como destino de turismo de eventos é resultado não apenas de melhorias de infraestrutura (como a climatização completa do Centro de Convenções, por exemplo), como de toda uma mudança de patamar na qualidade da hotelaria, gastronomia, cadeia de fornecedores locais e serviços.

“Até por desconhecimento, muitos organizadores de eventos de outros Estados eram céticos quanto à qualidade dos serviços e fornecedores locais”, diz Danielle. “Mas quando os convidamos ao Estado para conhecer nossa cadeia hoteleira, restaurantes, serviços de bufê e até empresas de montagens de stands, as resistências têm se transformado em elogios”.

Ainda de acordo com Novis, outro fator essencial na captação desses eventos é a iniciativa das lideranças profissionais locais em suas respectivas categorias. “Sem a iniciativa de lideranças no Estado em áreas como Medicina, por exemplo, seria praticamente impossível trazer ao Estado esse número de congressos”, diz Novis, ao lembrar que mais de 70% dos eventos realizados esse ano no Estado foram da área médica. Um exemplo recente foi o XVIII Congresso Norte e Nordeste de Ortopedia e Traumatologia, realizado no início de setembro, que reuniu mais de 200 especialistas no hotel Ritz Lagoa da Anta. Convidado a ser um dos palestrantes internacionais do evento, o secretário geral do Grupo Ibero Latino Americano (ILA) de Cirurgia da Mão, Pedro Delgado, de Madrid, já confirmou também que a capital alagoana será a sede do XIII Congresso Ibero Latino Americano de Cirurgia da Mão, que será realizado em 2020. "Fiquei muito bem impressionado com a estrutura que encontrei em Maceió", comentou. 




  • Ideias
  • Agenda A ideias é um espaço plural discussão de temas comprometidos com a melhoria do ambiente de negócios e da qualidade de vida dos alagoanos.

  •  
  • Turismo
  • Vídeos

© AGENDA A 2013. All rights reserved